domingo, março 28, 2010

sexta-feira, março 26, 2010

Da "liberdade" da trabalhadora
Já lá vão uns dias que a Excelentíssima Máquina de Café reclamou uns novos direitos ao nível da democracia sindical (diz que tem estado adoentada e aproveitou para tirar uns dias de férias)... Ora, como exemplar personificação da categoria empregadora pensei: fácil! (demite-se esta e contrata-se uma a recibo verde...). risos

quarta-feira, março 24, 2010

Tela sonora

«Baying» - Tela a pastel: Paula Rego

terça-feira, março 23, 2010

A partícula das «vacas loucas»
«A prion short for proteinaceous infectious particle (-on by analogy to virion) is an infectious agent which according to the "protein only" hypothesis is composed only of protein.[2] Prions cause a number of diseases in a variety of mammals, including bovine spongiform encephalopathy (BSE aka "mad cow disease") in cattle and Creutzfeldt-Jakob disease (CJD) in humans. All known prion diseases affect the structure of the brain or other neural tissue, and all are currently untreatable and fatal.[3] In general usage, prion can refer to both the theoretical unit of infection or the specific protein (e.g. PrP) that is thought to be the infective agent, whether or not it is in an infective state». Disponível em: www.worldofmolecules.com/disease/prion.htm

domingo, março 21, 2010

Dúvidas
Será que citar se pode tornar numa traição?

sábado, março 20, 2010

Leituras da Treta (II) - Notas soltas a propósito de um esquema funcional da linguagem (entre Bühler/ Habermas/ Wiitgenstein/ Searle e outros que tal): organon da linguagem e mera demagogia dialéctica...

1 - Se Bühler vê no intencionalismo uma concepção através da qual a linguagem assume a expressão de um instrumento, então, aquele que fala: usa signos e ligações de signos! (concebidos enquanto meio de notificar o seu interlocutor a propósito das suas intenções e/ou convicções - puff - que interessante).

2 - Por comparação à actividade de representação dos sujeitos individuais - o facto das acções serem mediadas pela linguagem assume um papel secundário.

3 - A expressão e o apelo assumem um objectivo manipulador: trata-se de observar a conclusão retirada pelo ouvinte face ao falante, motivando-o a formar uma convicção correspondente. Há, aqui, uma estratégia de explicação para desenvolver a premissa de que aquilo que se pretende dizer não se determina pelo que é dito. Neste contexto, o uso da linguagem apresentar-se como uma manifestação inerente à soberania geral dos sujeitos actuantes (que pânico!)

4 – No que diz respeito à semântica formal: adequa-se à forma gramatical das expressões linguísticas. O uso da linguagem e da compreensão linguística acaba por ter um papel "inferior" face ao sistema de regras próprio da linguagem. Neste sentido, o objecto da teoria do significado é edificado pelas expressões linguísticas e não pelas relações usuais (pragmáticas) entre falantes e ouvintes... (Os senhores deuses pretendem a compreensão plena de uma expressão não resultante duma relação pragmática do falante perante o ouvinte, mas sim, das propriedades formais das expressões e regras através das quais as próprias expressões se constituem – cada vez melhor).

5 – Searle (a praga total) tanta procura pelo funcionalismo que se tornou disfuncional com as "condições preparatórias" + padrões contextualizados + condições de compreensibilidade e sinceridade + condições para a forma semântica + "condições essenciais"…

Ler: Habermas, J. (2002). Racionalidade e Comunicação (Rodrigues, P., Trad.). Lisboa: Edições 70. pp. 149 - 183. (Simplesmente insuportável).

Leituras da Treta (I)
Num virar de páginas deparo-me com: Balsemão, E. (1989). «Desconstrução». Logos:enciclopédia luso-brasileira (Cabral, R., Dir., Vol.1). Lisboa/ São Paulo: Editorial Verbo. p. 1329.
Ainda não recuperei do choque!

sexta-feira, março 19, 2010

quinta-feira, março 18, 2010

Anedota?

«Das 64 metas incluídas no Plano Nacional de Saúde 2004 - 2010, mais de metade (34) deverão ficar por cumprir. Ainda assim a avaliação feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS) conclui que nos últimos 25 anos Portugal registou "avanços notáveis" que permitiram ao país apanhar o comboio europeu» (in, http://www.ionline.pt/conteudo/51615-saude-falha-metade-das-metas-mas-passa-na-avaliacao-da-oms). Até estou solidária com a analogia do João Semedo: "Se o SNS fosse um banco estaria seguramente salvo", porém, é uma questão de perspectiva: metade do cofre cheio ou metade do cofre vazio?!Risos...

segunda-feira, março 15, 2010

Madeleine Peyroux
«I can't see their faces
Only the shadows of their eyes»
Oh Práticas do "Diabo"
"Antigamente" (uns 1500 anos a.C - risos) ninguém se queixava dos custos da assistência médica! Pois - Pois: as práticas védicas! Uns hinos aos espíritos demoníacos + umas utilizações de sanguessugas: fica pronto para outra!
Assim, sim!Risos!
Nouvelle Vague
No TAGV dia 25.03.10 (21:30)

sábado, março 13, 2010

Passos Coelho a passos de coelho!
Consta que um dos objectivos do "laranjinha" Coelho seria "lançar alerta cívico ao país" (disponível em: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1518500). Porém, a história foi outra! Repare-se na subtileza dos seus "telegramas": 1- "Manela" - reconheço o seu trabalho mas os pneus da sua "carroça" furaram pelo caminho; 2 - Rangel - ouvi falar de si e, também, das suas origens políticas; 3 - Se o Aguiar está Branco e o Castanheira em Barros: isso faz parte de uma envergadura diferente...!

sexta-feira, março 12, 2010

Robert Schumann (aproximadamente 200 anos depois)

quinta-feira, março 11, 2010

Derrida – Derrida (Che cos’è la Poesia?*)

Esquartejada através do ritmo interrompido pelo silêncio que vê com o coração e deseja "aprender de cor"* pelo "poema que ensina o coração"*.... (*In: Derrida, J. (2003). Che cos’è la poesia? (Silvestre, O. M., Trad.). Coimbra: Angelus Novus).

Robert Delaunay - «Simultaneous Contrasts: Sun and Moon» disponível: http://en.wikipedia.org/wiki/File:'Simultaneous_Contrasts-Sun_and_Moon',_oil_on_canvas_painting_by_Robert_Delaunay,_1912-13,_Museum_of_Modern_Art,_(New_York_City).jpg

terça-feira, março 09, 2010

Mito?!
Na procura persistente dos rastos homéricos (em Hissarlik) - a esperança de Schliemann foi além das representações mentais sugeridas pela Ilíada.... Porque é que Homero continua a ser evocado como o "coitadinho do poeta cego"?!

segunda-feira, março 08, 2010

Dia Internacional da Mulher?
"O Fundo das Nações para a População estima em 130 milhões o número de mulheres e raparigas mutiladas em 28 países africanos e ainda em alguns asiáticos e árabes, estando anualmente em risco mais cerca de dois milhões de jovens, o que corresponde a 5.500 mutilações diárias".

domingo, março 07, 2010

Nebulosa de Orion
Tanta beleza num aglomerado de gases e poeiras cósmicas: http://www.youtube.com/watch?v=vg2JjhaqZVM

sexta-feira, março 05, 2010

Divulgação
"O Centro de Direito Biomédico irá organizar, no próximo dia 16 de Abril, um seminário sobre "Responsabilidade Civil, Penal e Disciplinar da Indústria Farmacêutica e do Farmacêutico". Local: Auditório da Secção Regional de Coimbra da Ordem dos Farmacêuticos".

Tempos de escrita - como falamos de uma experiência de tempo?

É interessante observar a facilidade com que vários investigadores recorrem ao perigo de "distanciamento do mundo" como uma doença patológica, condizente com a nominalização de isolamento social, como se fosse estupidamente simples categorizar experiências subjectivas!

quarta-feira, março 03, 2010

Artificial Life?!
Um projecto com "grupos orgânicos" artificiais (nascem e morrem em computadores) numa espécie de planeta abstracto. Só podia ser no Santa Fe Institute!
Alguém tem por aí um vinho de borgonha?

terça-feira, março 02, 2010

Hogy vagy?
Lévi-Strauss na música...
Ainda não "percebi" a dupla correspondência (de semelhança e proximidade) entre o mito e a música (ocidental?)...

segunda-feira, março 01, 2010

Edgar Degas - «Femme demi-nue, allongée sur le dos»

O que transporta a "figura" do feminino?

Imagem disponível em:http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c0/Degas-Femme-nue-%C3%A9tendue.jpg